Tenente suspeito de matar homem em shopping na BA é solto e vai aguardar julgamento em liberdade

Um tenente da Polícia Militar, preso sob suspeita de matar um homem dentro do restaurante de um shopping de Alagoinhas, a 110 quilômetros de Salvador, em 2014, teve liberdade concedida após um pedido de relaxamento de prisão feito à Justiça. Ele estava detido para aguardar julgamento do caso.

A determinação judicial com a soltura de Marcelo Andrade de Souza foi publicada na segunda-feira (12). Além da vítima, Hebert Menezes de Amorim Neto, de 33 anos, outras três pessoas ficaram feridas.

Há cerca de um ano, o julgamento dele chegou a ser iniciado na cidade, mas foi adiado após a defesa alegar que havia recursos a serem julgados no processo. Desde então, não há nova data para uma nova sessão de júri.

Ele aguardava o julgamento preso em um dos batalhões da Polícia Militar. O G1 entrou em contato com a PM para saber qual unidade, mas não obteve resposta.

No documento publicado na segunda, a Justiça determina que Marcelo cumpra medidas cautelares, como recolhimento noturno a partir das 20h nos dias de folga, além de ser obrigado a comparecer a cada dois meses na sede da Justiça para explicar e informar as atividades feitas.

A determinação prevê ainda a proibição de contato físico ou virtual, tanto de Marcelo quanto de alguém interposto por ele, com qualquer uma das vítimas ou familiares delas. Ele também fica proibido de se ausentar da comarca do domicílio por mais de cinco dias, sem autorização prévia da Justiça.