Para processar o líder do PSL na Câmara, Bolsonaro aciona a AGU

O presidente Jair Bolsonaro acionou a Advocacia-Geral da União (AGU), para processar o Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara. Por conta de uma ameaça feita por Waldir em um áudio vazado de uma reunião interna onde o delegado diz que vai “implodir”, o presidente.

Waldir afirmou na última sexta-feira (18), que Palácio do Planalto e ministros do governo estão juntos na tentativa de derruba-lo da liderança do PSL na Câmara. O deputado ainda afirmou que a sua declaração foi feita em um “momento de sentimentos”.

“Nada do que eu falei [no áudio] é mentira. Se você for traído, como vai se sentir? Eu fui traído. O presidente pessoalmente está interferindo para me tirar da liderança. Isso não é traição?”, afirmou.

Em uma reunião realizada na última quarta-feira (16), alguns deputados relataram que estavam sendo pressionados por Bolsonaro a assinar uma lista para destituir Waldir e apoiar o nome de Eduardo Bolsonaro como líder da bancada.