Funcionário dos Correios do interior da Bahia será indenizado em R$ 20 mil após sequencia de assaltos

A justiça determinou que o gerente de uma agência dos Correios em Rodelas, interior da Bahia, seja indenizado em R$ 20 mil por danos morais após sequencia de três assaltos em período de oito meses. A decisão da quarta turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT5-BA) foi divulgada nesta quinta-feira (29).

Inicialmente a indenização foi de R$ 3 mil, mas a Vara do Trabalho de Paulo Afonso aumentou a quantia. Em sua defesa, o gerente afirmou que esteve sob ameaça de morte com revólver apontado para si, que lhe causou transtorno do pânico e reação aguda ao stress.

O gerente alegou ainda que a agência é de alto risco e ele trabalhava em local claramente inseguro. Já os Correios alegou que não pode se responsabilizar pelos assaltos e que a segurança do cidadão é responsabilidade do estado e não pode ser transferida à empresa.

O desembargador Alcino Felizola, relator do acórdão, afirmou na sentença que os transtornos causados pelos assaltos ao gerente são incontestáveis. Ele afirmou ainda que a as sequelas psicológicas foram atestadas por um médico, que recomendou afastamento do local.